Notícias

Onze cidades de MT correm risco de ficar sem ‘kit intubação’, diz levantamento

Publicado em 26 de abril de 2021
Por G1 MT
Intubação sem kit — Foto: Reuters/Amanda Perobelli
Intubação sem kit — Foto: Reuters/Amanda Perobelli

A pesquisa semanal da CNM traça o panorama do enfrentamento da pandemia pelos municípios. Dos 141 municípios mato-grossenses, apenas 45 responderam aos questionamentos feitos pela CNM entre os dias 19 e 22 de abril.

A CNM também perguntou aos gestores se, durante este ano, o hospital da região de cada um enfrentou problemas relacionados à falta do kit intubação. Dez municípios informaram que as unidades locais já ficaram sem os medicamentos do kit.

No kit intubação estão incluídos:

  • Besilato de atracúrio, para relaxar a musculatura
  • Besilato de cisastracúrio, para intervenções cirúrgicas
  • Brometo, quefacilita a intubação
  • Midazola, que funciona também como um sedativo

Além disso, a pesquisa trata de outras questões, como a falta de oxigênio e de imunizantes.

Quanto ao oxigênio, três municípios dos 45 questionados indicaram que essa é uma preocupação constante e admitiram que correm o risco de ficar sem o insumo nos hospitais da região.

Sete cidades relataram também que ficaram sem vacinas para aplicação da primeira dose.

A Confederação não divulga quais são os municípios consultados para preservar a autonomia de cada um.


Baixe o APP da Rádio 93

Agora você pode nos ouvir em qualquer lugar com acesso à internet. Disponibilizamos para você, além do áudio, informações de contato e acesso às nossas páginas na internet.