Notícias

Filme mostra rotina de coletoras e técnicas milenares de restauração florestal no Xingu

Publicado em 09 de dezembro de 2021

Apenas em Mato Grosso, foi registrado um aumento de 27,2% no desmatamento

Filme mostra rotina de coletoras e técnicas milenares de restauração florestal no Xingu

Foto: Reprodução

Um filme produzido em Mato Grosso conta a rotina das coletoras da Rede de Sementes do Xingu e parceiros. O lançamento foi na terça-feira (7).

A produção mostra como uniram povos indígenas, comunidades locais e produtores rurais para recuperar florestas. As áreas restauradas concentram as bacias dos rios Xingu, Araguaia e Teles Pires, em Mato Grosso.

Segundo a coletora da Rede de Sementes do Xingu, Milene Alves, o filme busca ampliar a divulgação da técnica milenar de restauração florestal conhecida como ‘muvuca’. Ela conta que ainda é bastante desconhecida por falta de informação e explica como se baseia essa técnica de restauro.

“Muvuca nada mais é do que uma técnica de restauração florestal. É uma mistura de várias espécies de árvores nativas, arbustos, herbáceas e gramíneas tudo misturado para fazer a floresta do futuro”, diz.

Milene também conta que a expectativa com o filme é despertar o interesse nas pessoas de recuperar e preservar as áreas degradadas.

“O intuito é levar as pessoas para dentro da realidade dos coletores e das pessoas que fazem a restauração florestal. Assistir esse filme é estar vivendo na prática a coleta, o armazenamento e o plantio, o passo a passo de tudo isso”, afirma ela.

Aumento no desmatamento

Apenas em Mato Grosso, foi registrado um aumento de 27,2% no desmatamento, segundo dados do Projeto Prodes, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o que representa um maior aumento nos últimos 15 anos na Amazônia.

Para Milene, o impacto desse cenário é sentido pela Rede de Sementes do Xingu, que em quase 15 anos de existência conseguiram restaurar mais de seis mil hectares de áreas degradadas.

“Frente a tudo que ainda tem que ser restaurado e o que é desmatado todos os dias, talvez seria pouco, mas nós estamos dando um passo de cada vez para conseguir restaurar o máximo de áreas possíveis”, diz.

“Fazedores de Floresta” é dirigido por Tadeu Jungle e uma produção da Junglebee, em parceria com o Instituto Socioambiental (ISA) e a Associação Rede de Sementes do Xingu e tem apoio institucional do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, PNUMA e da Década da ONU da Restauração de Ecossistemas.

Olhar Alerta

Baixe o APP da Rádio 102.1

Agora você pode nos ouvir em qualquer lugar com acesso à internet. Disponibilizamos para você, além do áudio, informações de contato e acesso às nossas páginas na internet.