Notícias

Autoridades se reúnem pela criação do município de Boa Esperança do Norte em MT

Publicado em 18 de junho de 2021

A região conta com uma população local de 7 mil habitantes que, em muitos casos precisam ir até a sede da Prefeitura de Sorriso para resolver diversos assuntos.

Criação do município de Noa Esperança do Norte — Foto: Assessoria

Criação do município de Noa Esperança do Norte — Foto: Assessoria

 

Mato Grosso pode ganhar mais um município, já que Sorriso e Nova Ubiratã entraram em acordo para criação de Boa Esperança do Norte.

Uma comissão formada por representantes favoráveis à emancipação do Distrito de Boa Esperança do Norte foi recebida na noite desta quinta-feira (17), na sede da Prefeitura de Sorriso, por autoridades do município e também da cidade vizinha, Nova Ubiratã.

O encontro teve como objetivo debater a viabilidade da emancipação do distrito, localizado a 140 quilômetros do centro de Sorriso.

A região conta com uma população local de 7 mil habitantes que, em muitos casos precisam ir até a sede da Prefeitura de Sorriso para resolver diversos assuntos.

Além disso, o novo município desponta como um grande produtor de grãos, mais de 700 mil toneladas em uma área estimada de 280 mil hectares.

Reunião entre autoridades de Sorriso e Nova Ubiratã — Foto: Assessoria

Reunião entre autoridades de Sorriso e Nova Ubiratã — Foto: Assessoria

 

O Distrito de Boa Esperança do Norte está localizado em uma área que faz parte de Sorriso, porém, também abrange um território que hoje pertence à Nova Ubiratã.

A discussão sobre a emancipação do distrito já dura 21 anos e foi parar na Justiça, uma vez que Nova Ubiratã não estava disposto a ceder uma parte territorial para o novo município. Após a formalização do acordo, o documento será levado à Assembleia Legislativa, como explica o prefeito de Sorriso, Ary Lafin.

“Após a reunião, Sorriso continua com 90 mil hectares à disposição do novo município. E Nova Ubiratã, que até então teria 300 mil hectares, chegou a um acordo para doar 100 mil hectatres. Boa Esperança aceitou o acordo, que agora será levado à Assembleia Legislativa e encaminhado para a Justiça”, destacou Lafin.

Para o ex-presidente da comissão de emancipação e atual subprefeito de Boa Esperança, Volmar Lohmann, o acordo vai de encontro com o anseio da comunidade local. Ele destacou ainda que, quando foi vereador por Sorriso, lutou pela emancipação do distrito.

“Em 2001 foi tirada a autonomia do estado para criar município, passando a responsabilidade para o governo federal. A exigência para a criação de um novo município passou de 4 mil para 10 mil habitantes. Nós temos uma estrutura boa em saúde, educação e tudo, mas quando precisa fazer alguma coisa precisamos nos deslocar 130 quilômetros até Sorriso”, complementou.

Para o prefeito de Sorriso Ary Lafin, o novo município tem todas as condições de se tornar autosustentável.

“Boa Esperança pode sim se tornar o mais novo município do estado de Mato Grosso. O que faltava era um bom diálogo e em concordância com todas as partes. Boa Esperança está se preparando há 20 anos para se tornar um município autosustentável”, finalizou Lafin.

O município de Boa Esperança do Norte chegou a ser criado, mas não instalado, pela Lei 7.264, de 29 de março de 2000. Porém, no mesmo ano, o Tribunal de Justiça declarou, através de um mandado de segurança, como inconstitucional a criação do novo município.

Atualmente, a discussão em torno da emancipação de Boa Esperança do Norte está no Supremo Tribunal Federal (STF) e aguarda julgamento. No ano passado, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) chegou autorizar a realização de eleição para os cargos de prefeito, vice e vereadores, mas uma decisão do ministro do STF, Luiz Fux, suspendeu as eleições, sob a alegação de “risco à ordem pública e econômica”. Agora, com o acordo realizado entre as partes envolvidas, o objetivo é que o a situação avance e Boa Esperança do Norte seja elevada à categoria de município.

Por TV Centro América

Baixe o APP da Rádio 93

Agora você pode nos ouvir em qualquer lugar com acesso à internet. Disponibilizamos para você, além do áudio, informações de contato e acesso às nossas páginas na internet.