Banner de anúncio Black Friday Geométrico Moderno Vermelho Verde neon (1)

Castelo de José Rico é esnobado em venda direta após rumores de assombração no local

Castelo mal assombrado de José Rico encalha em nova tentativa de venda (Foto: Reprodução/TV Globo)

Da Redação Rádio Aruanã FM

Após leilões fracassados, a espetacular mansão de R$ 15 milhões do cantor José Rico permanece sem interessados, revelando histórias macabras

A venda da mansão de José Rico, avaliado em R$ 15 milhões, ainda enfrenta dificuldades, sem atrair compradores após dois leilões e uma tentativa de venda direta, que chegou ao fim no último dia 31 de janeiro sem interessados. Este imóvel, conhecido como “Castelo do José Rico“, tem mais de 100 quartos e está localizado em Limeira (SP). A venda é parte de um esforço para liquidar dívidas trabalhistas, destacando o complexo legado do cantor falecido em 2015.

A tentativa de vender a grandiosa mansão deixada pelo cantor sertanejo José Rico tem se mostrado um desafio para a Justiça. Apesar do valor mínimo de R$ 13,6 milhões, a propriedade com mais de 100 quartos localizada em Limeira (SP), não encontrou interessados até o momento. A mansão, que ficou conhecida como o “Castelo do José Rico”, é um reflexo das ambições e do sonho do artista de criar um refúgio familiar e um estúdio musical.

Desde a morte de José Rico em 2015, a mansão passou por dois leilões públicos, ambos sem sucesso. A justiça então optou por uma venda direta, que também não atraiu ofertas. O impasse na venda reflete não apenas o desafio de liquidar um bem de tamanho e valor tão significativos, mas também a singularidade da propriedade, que requer um comprador com visão e recursos específicos. Além disso, rumores de que o local seria mal assombrado acabou assustando o público.

O “Castelo do José Rico” é mais do que uma residência; é a materialização de um sonho. Com uma área total de 4,8 hectares, o imóvel possui uma arquitetura que remete aos castelos medievais, completando a visão do cantor de um lar majestoso. No entanto, apesar da grandiosidade, a propriedade apresenta sinais de abandono, com mato crescente, janelas quebradas e pichações, evidenciando os desafios enfrentados na manutenção de um bem tão único.

A venda da mansão está atrelada ao pagamento de dívidas trabalhistas, resultado de uma ação movida por um músico que trabalhou com a dupla Milionário e José Rico. A decisão judicial, que visa compensar o trabalhador por direitos não atendidos, coloca em perspectiva a complexidade das responsabilidades legais e financeiras associadas ao legado de artistas.

O destino final deste imóvel icônico é ainda incerto, especialmente depois de ficar encalhado mais uma vez, segundo o g1. Apesar disso, sua história permanece intrinsecamente ligada à trajetória de José Rico, refletindo tanto seus sonhos quanto os desafios enfrentados após sua morte.

Castelo de José Rico é mal assombrado?

Veja as fotos do castelo abandonado de José Rico (Foto: Divulgação)

Antes de sua partida em 2015, José Rico desvendou alguns dos enigmas que cercavam sua grandiosa residência. Em um bate-papo revelador com Michel Teló para o Fantástico, ele desmistificou a lenda da cigana que teria previsto que ele nunca deveria parar de construir sua casa. “São apenas lendas”, declarou o cantor, pondo fim a um dos muitos mitos que envolviam o castelo.

Hoje, o que resta é um cenário de desolação e decadência. As marcas do tempo são evidentes: janelas estilhaçadas, muros grafitados e a natureza retomando seu espaço. A piscina, agora vazia, exibe uma cruz imponente, espelho da que José Rico ostentava em seu peito, simbolizando sua fé inabalável.

Mas, à medida que a noite cai, o castelo ganha vida de uma maneira diferente. Ecos de vozes distantes, passos sem dono e sussurros misteriosos permeiam os corredores, alimentando rumores de que o espírito de José Rico ainda vaga por lá, talvez buscando a paz que não encontrou em vida.

A família, com esperança de resgatar o legado do cantor, tinha planos grandiosos para o castelo. Imaginavam-no como um santuário da música sertaneja, um museu vivo repleto de memórias, canções e, quem sabe, a presença etérea do próprio José Rico, o que acabou não acontecendo.

Veja fotos do castelo abandonado de José Rico:



Fonte: MovimentoCountry

Compartilhe este artigo:

Últimas atualizações