Notícias

Estudante de odontologia é preso acusado de matar jovem a facadas e simular suicídio da vítima

Publicado em 17 de junho de 2021

O suspeito foi encontrado fazendo compras no Shopping Popular, na capital.

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Estudante de odontologia é preso acusado de matar jovem a facadas e simular suicídio da vítima
Um estudante de odontologia de cerca de 30 anos foi preso na manhã desta quinta-feira (17) em Cuiabá, acusado de matar Dennila Cris Dantas Barbosa, de 19 anos, a facadas na tarde desta quarta-feira (16) no município de Araputanga (a 337 km de Cuiabá). A faca usada no crime foi encontrada nas mãos da vítima, o que apontou a tentativa de simular um suicídio.

De acordo com informações da Polícia Civil, o crime ocorreu por volta das 13h25 de ontem (16) em uma residência no centro de Araputanga. A Polícia Militar foi a primeira acionada para atender a ocorrência.

A mãe da vítima procurou a delegacia para pedir socorro, dizendo que sua filha estava esfaqueada dentro de casa. Os policiais avistaram a vítima em um quarto, caída no chão e com muito sangue ao redor. Uma ambulância então foi acionada.

A porta da casa estava trancada, mas a mãe da jovem disse que a janela da cozinha fica encostada e então a polícia conseguiu entrar e verificou que Dennila já estava sem vida, com um corte profundo no pescoço, um corte no braço e a faca estava em sua mão direita.

A PM acionou a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e a princípio o caso havia sido registrado como suicídio. No entanto, após apurações a Polícia Civil verificou que se tratava de um feminicídio.

O suspeito foi identificado como sendo um homem de cerca de 30 anos, estudante de odontologia, de Fortaleza (CE). Os dois teriam se conhecido pela internet e a jovem já teria visitado ele no Ceará, e agora ele veio visitá-la.

Segundo a Polícia Civil apesar da cena do crime ter sido montada para parecer um suicídio, o corte profundo no pescoço indicou que se tratava de homicídio. Além disso a polícia recebeu informações de que uma pessoa teria saído repentinamente da cidade, em direção a São José dos Quatro Marcos, e depois para Cuiabá. O suspeito foi preso na manhã de hoje (17), no Shopping Popular, na capital.

“Ele estava bem tranquilo, acredito que estava comprando uma meia, já estava com o cabelo cortado. Foi dada voz de prisão a ele, foram esclarecidos os fatos, ele confirma ter estado com a vítima, confirma ter um relacionamento com ela, dizendo que era um namoro, mas que não a matou. Com ele foi apreendido um notebook dela, e este comportamento dele, de saída repentina da cidade e a simulação do suicídio são os indícios de que ele é o autor deste feminicídios”, disse o delegado Caio Albuquerque.

O suspeito será encaminhado para Araputanga, onde deve responder pelo crime. Segundo o delegado, ele ainda teria deixado um texto no notebook da vítima, como se fosse uma carta de despedida escrita por ela, dizendo que tiraria a própria vida.

“É um feminicídio claro, onde você vê o ódio do agressor para com a mulher, matou com uma faca, e pior, neste caso foi covarde para matar e covarde para não assumir, não só fugiu como tentou simular um suicídio”, disse o delegado.

Por Olhar Direto

Baixe o APP da Rádio 102.1

Agora você pode nos ouvir em qualquer lugar com acesso à internet. Disponibilizamos para você, além do áudio, informações de contato e acesso às nossas páginas na internet.