Notícias

Torturado e esfaqueado durante salve, jovem finge estar morto e sobrevive

Publicado em 11 de junho de 2021

A suspeita era que ele estava traficando sem repassar o lucro aos chefes da boca.

Um adolescente, de 15 anos, foi vítima de “salve” de membros do Comando Vermelho, em Comodoro ( a 644 km de Cuiabá), na noite de ontem (10). Durante a tortura, ele foi agredido, esfaqueado e precisou fingir que estava morto para que os suspeitos fossem embora. Ele foi socorrido e segue internado.

Polícia prendeu três pessoas suspeitas de crime. Eles foram identificados como Wesly Dener Bens de Oliveira, 18, Carlos Gabriel da Silva Pereira, 18, e H. L. M. R., de 17 anos.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a mãe da vítima acionou a Polícia Militar e informou a tentativa de homicídio. O menor foi socorrido pelos familiares e levado para um hospital da cidade. Aos militares, a vítima contou que foi chamada para consumir drogas com os suspeitos. E, quando chegaram no local, foi surpreendido e rendido por três rapazes e levado para dentro de um matagal. Lá passou a ser espancado.

Os criminosos a todo momento falavam que estavam lá para cumprir uma ordem da facção, que era matá-lo. Havia a suspeita de que ele estava traficando sem repassar o lucro aos chefes da boca.

Após a agressão, ele foi esfaqueado ao menos 3 vezes, sendo duas no pescoço e uma no braço. Depois, ele fingiu ter morrido. Os suspeitos então fugiram e ele conseguiu correr até a casa da família para pedir ajuda.

A PM fez rondas e conseguiu encontrar os três suspeitos da agressão e tentativa de homicídio. Eles foram presos e apreendido em flagrante. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Por RD News

Baixe o APP da Rádio 102.1

Agora você pode nos ouvir em qualquer lugar com acesso à internet. Disponibilizamos para você, além do áudio, informações de contato e acesso às nossas páginas na internet.