Notícias

SESP aprova terreno para construção da nova Cadeia Pública de Barra do Garças

Publicado em 11 de maio de 2021

Da Redação com Semana7

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP-MT) aprovou nesta terça-feira (11) o novo terreno para a construção de uma nova Cadeia Pública em Barra do Garças. Com o parecer positivo, o prefeito Adilson Gonçalves (PSD) enviou o ofício ao secretário adjunto de Administração Penitenciária, Jean Carlos Gonçalves, onde se comprometeu iniciar com urgência o processo de doação do terreno para a construção.

A área escolhida fica 12 quilômetros do centro do município, onde fica a atual estrutura, sendo na BR-070, sentido Barra do Garças à Cuiabá. A inspeção aconteceu ainda nesta terça e contou com a participação do prefeito Adilson, acompanhado de membros da prefeitura, Poder Judiciário Estadual, diretor da Cadeia Pública Municipal, Maicon da Costa Oliveira, delegado Regional do município, diretores da empresa JBS, engenheiros e equipe da SESP.

A construção da nova unidade prisional está sendo articulada desde uma visita do governador Mauro Mendes ao município, no ano passado. Desde então, o Estado aguarda a cessão do terreno para iniciar as obras.

Estrutura

Inicialmente, a nova Cadeia Pública de Barra do Garças comportará até 432 reeducandos e deve seguir os moldes do sexto raio da Penitenciária Central do Estado (PCE), inaugurado pelo Estado em novembro de 2020.

Esta capacidade poderá ser dobrada, conforme Maicon da Costa Oliveira, diretor da Cadeia Municipal, pois o governador Mauro Mendes já teria avaliado a possibilidade de construir dois blocos semelhantes ao raio 6 na PCE.

Com a capacidade para 864 presos, a unidade poderia atender toda a região do Araguaia.
O protótipo do novo modelo de celas na capital foi construído em apenas 45 dias, com estruturas pré-moldadas ao custo de R$ 9,7 milhões.


Baixe o APP da Rádio 102.1

Agora você pode nos ouvir em qualquer lugar com acesso à internet. Disponibilizamos para você, além do áudio, informações de contato e acesso às nossas páginas na internet.