Notícias

Seduc-MT cede à prefeitura de Barra do Garças prédio que vai abrigar escola municipal

Publicado em 12 de julho de 2021

Espaço será usado para atender alunos da educação infantil e do 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Elza Rodrigues REGIME DE COLABORAÇÃO

Reprodução

image

O Governo de Mato Grosso, por meio da secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT), assinou um termo que cede à prefeitura municipal de Barra do Garças o uso do prédio da Escola Estadual Dom José Selva, localizado no bairro Campinas. O espaço será usado para atender alunos da educação infantil e do 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Elza Rodrigues.

Prefeito de Barra do Garças, Adilson Gonçalves de Macedo, destacou a importância do regime de colaboração entre Estado e município. “Hoje é um dia muito importante para a educação de Barra do Garças. Esse prédio cedido pelo Estado vai abrigar alunos até o 3º ano do Ensino Fundamental, após uma reforma. Além disso, discutimos com o secretário Alan Porto melhorias para a educação indígena e todo o planejamento para a educação de nosso município”.

O secretário de Estado de Educação, Alan Porto ressaltou que a Seduc avança no redimensionamento da rede estadual de ensino. Neste processo, os municípios assumem os anos iniciais do Ensino Fundamental, além da educação infantil, e ao Estado fica com a responsabilidade pelos anos finais do Ensino Fundamental e pelo Ensino Médio, como determina a legislação federal.

“O redimensionamento será feito aos poucos e o Estado, além de ceder aos municípios prédios para atenderem alunos dos anos iniciais, dará todo o suporte, inclusive financeiro, quando necessário. Nosso objetivo é utilizar melhor os prédios que temos, garantir um ambiente de mais qualidade com foco na recuperação da aprendizagem dos nossos estudantes, tão prejudicada com a pandemia da Covid-19”, explica.

O secretário enfatizou que até o final de 2022, o Governo do Estado, por meio do Programa Mais MT, vai investir R$ 936 milhões na melhoria da infraestrutura das escolas e construção de novas, além das áreas tecnológica e pedagógica. “Nossa meta é melhorar nossos índices da educação e ficar entre os melhores do país”.

Mudanças em Barra

Os 173 alunos matriculados na escola Dom José Selva foram transferidos, no início do ano, para a Escola José Ângelo dos Santos, distante cerca de 2 km, que possui estrutura muito melhor e espaço suficiente. Mesmo recebendo os alunos da Dom José, a escola José Ângelo continuou com 460 vagas em aberto.

Na Escola José Ângelo há 14 salas e apenas nove eram ocupadas.

Por Assessoria

Baixe o APP da Rádio 102.1

Agora você pode nos ouvir em qualquer lugar com acesso à internet. Disponibilizamos para você, além do áudio, informações de contato e acesso às nossas páginas na internet.