Notícias

Prefeitura baixa novo decreto e pede isolamento de idosos e pessoas de grupo de risco em Barra do Garças (MT)

Publicado em 26 de março de 2021
Por G1
Barra do Garças tem novas restrições de prevenção à Covid-19 — Foto: Prefeitura de Barra do Garças
Barra do Garças tem novas restrições de prevenção à Covid-19 — Foto: Prefeitura de Barra do Garças

A prefeitura de Barra do Garças, baixou um novo decreto nesta sexta-feira (26) com medidas mais rígidas de prevenção à Covid-19 no município. Entre elas, está a proibição atividades de lazer e eventos que causem aglomeração.

  • MT chega a 300 mil casos
  • Decreto estadual
  • Classificação de risco dos municípios

O município também pede que idosos e pessoas que pertencem ao grupo de risco não circulem no município.

As novas medidas seguem as recomendações do decreto estadual, publicado nesta quinta-feira (25), e são válidas por 10 dias.

Conforme o novo decreto, também devem ficar em isolamento pacientes em situação confirmada de Covid-19 e pacientes sintomáticos em situação de caso suspeito da doença.

Barra do Garças tem 5.455 confirmados da Covid-19 e 184 mortes até esta sexta-feira (26). Conforme classificação definida pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), o município pertence ao grupo de risco alto para a contaminação do coronavírus.

Regras gerais mantidas para todos os municípios enquanto a taxa estadual de ocupação de UTIs for superior a 85%:

  • Fica proibido por 15 dias o consumo de bebida alcoólica nos locais de venda
  • De segunda à sexta, permissão de todas as atividades econômicas das 5h às 20h. Aos sábados e domingos, a permissão será até às 12h
  • Supermercados poderão funcionar nos sábados das 5h às 20h. Aos domingos até às 12h
  • Restaurantes, inclusive os localizados em shoppings, poderão atender nos sábados e domingos até às 14h
  • Fica autorizado o funcionamento de restaurantes e congêneres nas modalidades take-away e drive-thru somente até às 20h45
  • Fica proibida a venda de bebida alcoólica nas conveniências, restaurantes, lanchonetes e congêneres localizadas em postos de combustíveis situados em rodovias estaduais e federais do estado fora dos horários definidos
  • Os supermercados, nos horários de funcionamento, devem aplicar sistema de controle de entrada restrito a um membro por família
  • Nos horários permitidos, as atividades econômicas deverão respeitar as medidas de segurança, como o uso de máscara, distanciamento e limitação de 50% da capacidade máxima do local.
  • Eventos podem ocorrer dentro do horário permitido, respeitado o limite 30% da capacidade do local.
  • Os serviços de entrega por delivery seguem autorizados até às 23h59.
  • O transporte coletivo e congêneres (Uber, 99, etc) podem funcionar normalmente
  • Toque de recolher a partir das 21h até às 5h, com proibição de circulação, com exceção dos trabalhadores e consumidores das atividades já listadas
  • Nos órgãos públicos estaduais, fica suspenso o atendimento presencial em todas as secretarias e órgãos do governo, com exceção das unidades finalísticas. Quanto a jornada de trabalho, cada secretaria/autarquia vai disciplinar medidas para redução do fluxo de pessoas
Prefeitura de Ribeirão Cascalheira (MT) publicou um novo decreto para o município — Foto: Prefeitura de Ribeirão Cascalheira
Prefeitura de Ribeirão Cascalheira (MT) publicou um novo decreto para o município — Foto: Prefeitura de Ribeirão Cascalheira

Novas medidas em Ribeirão Cascalheira

 

Em Ribeirão Cascalheira, a 893 km de Cuiabá, que também tem classificação de risco alto de contaminação, a prefeitura também publicou um novo decreto com novas restrições.

Com isso, fica proibido a realização de atividades de lazer coletivas, eventos sociais, festas e confraternizações, independente da quantidade de pessoas.

As empresas também deverão reduzir o número de funcionários dentro do ambiente de trabalho.

Segundo a prefeitura, também está proibida a venda e consumo de bebida alcoólica até o dia 5 de abril em todo o município, e o comércio ambulante proveniente de outros municípios.

Conforme o decreto, quem descumprir as recomendações poderá pagar multa de até R$ 3,5 mil.

O município registra 583 casos confirmados da doença e 20 mortes.


Baixe o APP da Rádio 102.1

Agora você pode nos ouvir em qualquer lugar com acesso à internet. Disponibilizamos para você, além do áudio, informações de contato e acesso às nossas páginas na internet.