Notícias

Pais fazem protesto contra passaporte da vacina para crianças em Rondonópolis (MT)

Publicado em 04 de fevereiro de 2022
Pais protestam em Rondonópolis contra obrigatoriedade da vacina contra Covid em crianças

Pais protestam em Rondonópolis contra obrigatoriedade da vacina contra Covid em crianças

Um grupo de pais protestaram, na tarde desta quinta-feira (3), contra a obrigatoriedade do comprovante de vacinação para as crianças retornarem às aulas presenciais, em Rondonópolis, a 219 km de Cuiabá.

O Comitê Gestor de Crise anunciou a comprovação como critério para os alunos voltarem a circular pelas dependências dos colégios municipais.

A Prefeitura de Rondonópolis publicou um decreto estipulando que as crianças com mais de 6 anos precisam comprovar a imunização contra a Covid-19. A única exceção é para as crianças que, por algum motivo de saúde, não podem tomar as doses.

Pais pedem o fim do comprovante de vacinação em Rondonópolis — Foto: Reprodução

Pais pedem o fim do comprovante de vacinação em Rondonópolis — Foto: Reprodução

A Secretaria Municipal de Saúde de Rondonópolis disse ainda que estuda levar a vacinação para dentro das escolas nos próximos dias.

Até essa segunda (31), 2.418 crianças foram imunizadas, sendo que o público alvo passa de 24 mil crianças, ou seja, menos de 10% das crianças foram vacinadas contra a Covid-19.

Baixa procura

 

A Prefeitura de Cuiabá deu início a vacinação para o público em geral sem comorbidades, entre 5 e 11 anos. Havia expectativa de que a procura seria grande, mas com a baixa demanda, a administração local ampliou os pontos de vacinação para 10 unidades, com atendimento de segunda a sexta-feira.

O agendamento da aplicação das doses pode ser feito pelo site da prefeitura, assim como nos demais municípios.

Por TV Centro América e g1 MT

Baixe o APP da Rádio 102.1

Agora você pode nos ouvir em qualquer lugar com acesso à internet. Disponibilizamos para você, além do áudio, informações de contato e acesso às nossas páginas na internet.