Notícias

Ouro apreendido pela PF em SP saiu de MT e era escoltado por PMs

Publicado em 05 de maio de 2022
Divulgação/PF
Divulgação/PF

Parte dos 78kg de ouro aprendidos pela Polícia Federal (PF) na última quarta-feira (4) em Sorocaba, interior de São Paulo, saiu de Mato Grosso e do Pará. Segundo investigação inicial, policiais militares do estado de São Paulo escoltavam o ouro no momento da apreensão. A carga é avaliada em aproximadamente R$ 23 milhões.

Seis suspeitos foram encaminhados para a PF de Sorocaba. Eles achegaram a apresentar uma documentação para justificar o transporte. De acordo com os documentos apreendidos, a origem do ouro seria de Mato Grosso e do Pará.

O metal estava em malas descarregadas em um avião no Aeroporto Estadual Bertram Luiz Leupolz. Em seguidas, os malotes foram transferidos para dois carros modelo Corolla.

A PF acompanhou toda a ação e abordou os veículos na altura do KM-74 da rodovia Castello Branco, sentido capital paulista. Dentro dos carros foram encontradas três malas com barras de ouro e uma quarta mala contendo documentos diversos.

Segundo a PF, dois dos policiais que faziam a escolta da carga estão lotados na Casa Militar do Governo de São Paulo, responsável pela segurança do governador.

“O metal foi encaminhado para realização de perícia em laboratório específico da PF. O avião também foi apreendido e passa a ser objeto de sequestro criminal em outro inquérito policial. As circunstâncias da utilização proibida da aeronave serão apuradas”, informou a PF.

 

Rodrigo Costa, Gazeta Digital

Baixe o APP da Rádio 102.1

Agora você pode nos ouvir em qualquer lugar com acesso à internet. Disponibilizamos para você, além do áudio, informações de contato e acesso às nossas páginas na internet.