Notícias

Ministério da Justiça realiza maior leilão da história com bens de ex-chefe do jogo do bicho avaliados em mais de R$ 80 milhões

Publicado em 12 de julho de 2021

Patrimônio que será vendido é de João Arcanjo Ribeiro. Entre os bens há fazenda, salas comerciais e terrenos.

 

O Ministério da Justiça e Segurança Pública leiloa dez lotes de bens imóveis, avaliados em mais de R$ 80 milhões, em Mato Grosso. Esse é o maior leilão da história do Ministério, articulado por meio do trabalho da Secretaria Nacional de Política Sobre Drogas (Senad) e autorizado pela 7ª Vara Federal de Mato Grosso.

Entre os itens que serão vendidos há salas comerciais, terrenos e uma fazenda, que é avaliada em mais de R$ 60 milhões, denominada “Estância Colibri”.

Os lances podem ser dados até o dia 22 de julho e acontecem de forma online, por meio do site www.maisativojudicial.superbid.net. Para viabilizar as vendas, tornando-as mais atrativas, os lances iniciam abaixo do valor avaliado, equivalente a 75% do preço de mercado, e o pagamento pode ser parcelado, conforme anúncio descrito no site.

Segundo o secretário Nacional de Políticas sobre Drogas, Luiz Roberto Beggiora, trata-se do maior leilão da história da Senad.

Só em Mato Grosso, já foram arrecadados mais de R$ 42 milhões com venda de mais de 2.635 bens, em 20 leilões, desde 2020. Desse total, mais de R$ 37 milhões se referem a 2.404 itens leiloados do patrimônio apreendido de João Arcanjo Ribeiro.

Cerca de 400 bens estão em processo de venda e devem ser inseridos nos próximos leilões. O recurso arrecadado é destinado aos cofres públicos. Quando é oriundo de crimes relacionados ao tráfico de entorpecentes, abastece o Fundo Nacional Antidrogas (Funad), que financia projetos que reforçam a segurança pública e o combate às drogas no país.

Por G1-MT

Baixe o APP da Rádio 102.1

Agora você pode nos ouvir em qualquer lugar com acesso à internet. Disponibilizamos para você, além do áudio, informações de contato e acesso às nossas páginas na internet.