Notícias

Laboratório é condenado por não entregar exame de sexo do bebê antes de chá revelação, em Aparecida de Goiânia

Publicado em 11 de agosto de 2021
Juiz condena laboratório por não entregar resultado de exame de sexo de bebê antes de chá revelação, em Aparecida de Goiânia — Foto: Reprodução/TJ-GO

Juiz condena laboratório por não entregar resultado de exame de sexo de bebê antes de chá revelação, em Aparecida de Goiânia — Foto: Reprodução/TJ-GO

 

O Laboratório Atalaia foi condenado a pagar R$ 3,5 mil de danos morais por não entregar o exame de sexo do bebê antes da realização de um chá revelação, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital.

O G1 entrou em contato com a assessoria do Laboratório Atalaia por telefone, às 8h20 desta quarta-feira (11), e aguarda retorno.

De acordo com a sentença do juiz Leonys Lopes Campos da Silva, a mulher colheu material para o exame em 3 de setembro do ano passado e o resultado ficaria pronto no dia 17 do mesmo mês.

Por isso, ela marcou o chá de revelação do sexo do filho para o dia 19, dois dias depois do período marcada para a entrega. A expectativa fez com que a mulher mantivesse todos os preparativos e o convite realizado aos seus familiares e amigos.

“No entanto, o resultado do exame não só deixou de ficar pronto, como a autora teve que colher novo material para a realização dos exames”, diz a sentença, de 30 de julho.

A decisão ressaltou que na data prevista para a entrega, o material colhido pela mulher sequer foi analisado. A defesa disse no processo que nos “exames de sexagem existe um percentual de 5% de probabilidade de repetição, por inconclusão do exame”, mas não trouxe aos autos qualquer prova nesse sentido, segundo o magistrado.

“Não consta dos autos qualquer laudo inconclusivo do exame realizado pela autora, tampouco a data em que o material colhido no dia 03/09/2020 fora analisado”, escreveu o juiz.

A sentença narra ainda que foi comprovado que a mulher preparou um evento muito diferente daquele que ficou registrado em suas redes sociais por meio de fotos.

“No evento não aparecem o material locado e confeccionado na data marcada inicialmente, tampouco a presença dos familiares e amigos convidados para compartilhar do momento”, ponderou Leonys Campos da Silva.

Por Rafael Oliveira, G1 GO

Baixe o APP da Rádio 102.1

Agora você pode nos ouvir em qualquer lugar com acesso à internet. Disponibilizamos para você, além do áudio, informações de contato e acesso às nossas páginas na internet.