Notícias

Em 24h, polícia prende 5 suspeitos de matar jovem achado em represa no munícipio de Confresa

Publicado em 05 de agosto de 2021

Em menos de 24 horas de diligências, a Polícia Civil prendeu nesta quarta (4), em Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá), cinco homens que teriam envolvimento identificado no homicídio do jovem Carlos Henrique Alves da Silva, de 19 anos, ocorrido na zona rural do município.

A ação policial também possibilitou o esclarecimento de outra ocorrência, de roubo seguido de morte tentado, e faz parte do trabalho visando o combate a crimes graves e violentos praticados na região.

Os cinco suspeitos foram autuados em flagrante pelo homicídio qualificado, sendo que dois deles também responderão pelo crime de latrocínio na forma tentada.

Rodinei Crescêncio

arma pol�cia civil

As investigações do homicídio que vitimou o jovem iniciaram na terça (3), logo após a mãe da vítima, ainda em estado de choque, acionar a Delegacia de Polícia. O corpo foi encontrado flutuando nas margens da represa do Rio Cacau, possivelmente vítima de esfaqueamento. A vítima foi retirada do rio pela equipe de bombeiros militares.

Poucas horas após o início das investigações, os policiais da Delegacia de Confresa conseguiram identificar e qualificar os autores do fato. As informações iniciais apontaram que o homicídio decorreu após uma discussão entre os envolvidos, iniciada em um bar da cidade.

De acordo com as investigações, os criminosos levaram a vítima, Carlos Henrique Alves da Silva, até o local afastado e ermo, onde ele foi agredido e executado com perfuração na região do tórax e corte profundo no pescoço.

De acordo com o delegado que coordenou as investigações, Matheus Soares Augusto, um dos suspeitos envolvido na morte do jovem, também seria vítima de homicídio na mesma situação, porém este conseguiu fugir e então, colaborou com as investigações.

“Durante a troca de informações com o suspeito, os policiais passaram a desconfiar do envolvimento dele com um crime de tentativa de latrocínio, praticado na noite anterior com outro suspeito, razão pela qual foi preso em flagrante por este crime, sendo na sequência realizada a prisão do seu comparsa”, disse.

Os cinco suspeitos identificados foram conduzidos até a Delegacia de Polícia, interrogados e autuados em flagrante delito pelos respectivos crimes, sendo posteriormente representado pela conversão das prisões em flagrante por prisões preventivas.

Para o delegado Matheus Soares Augusto, o excelente trabalho dos investigadores e escrivães, reflete o comprometimento e compromisso dos servidores com a sociedade. “A Polícia Civil estende os agradecimentos aos demais órgãos que auxiliaram nos trabalhos, Corpo de Bombeiros Militar que atuou nas buscas, e Politec com os trabalhos periciais”, finalizou.


Baixe o APP da Rádio 102.1

Agora você pode nos ouvir em qualquer lugar com acesso à internet. Disponibilizamos para você, além do áudio, informações de contato e acesso às nossas páginas na internet.