Notícias

Banco devolve R$ 6 milhões que sumiram da conta da Prefeitura após golpe do PIX

Publicado em 05 de fevereiro de 2022
Prefeitura de Crixás, em Goiás — Foto: Fagner Pinho/MP-GO

Prefeitura de Crixás, em Goiás — Foto: Fagner Pinho/MP-GO

Após a Prefeitura de Crixás, no norte de Goiás, denunciar que perdeu R$ 6 milhões em um golpe do PIX, um banco devolveu o dinheiro às contas do governo municipal na última quarta-feira (26). Na denúncia, o secretário de Finanças disse que recebeu uma ligação de uma pessoa se passando por gerente do banco e pedindo para atualizar a chave de segurança. Segundo o prefeito do município, a Polícia Civil continuará investigando o caso.

“O dinheiro retirado indevidamente das nossas contas foi restituído por completo. Isso não significa que o processo de inquérito policial esteja findado. Ele continua, mas nós já recuperamos todo o dinheiro que foi retirado de forma fraudulenta das contas bancárias do município”, disse o prefeito, Dr Carlos (Cidadania).

g1 tenta contato com o Banco do Brasil, por e-mail enviado às 17h36 desta sexta-feira (4), para saber de que forma o dinheiro foi recuperado e o que pode garantir segurança no uso da conta da prefeitura, e aguarda retorno desde a última atualização.

Prefeito de Crixás Dr Carlos e vice-prefeito Tiago Dietz dizem que banco devolveu R$ 6 milhões que sumiram da conta da prefeitura após golpe do PIX, Goiás — Foto: Reprodução/Instagram

Prefeito de Crixás Dr Carlos e vice-prefeito Tiago Dietz dizem que banco devolveu R$ 6 milhões que sumiram da conta da prefeitura após golpe do PIX, Goiás — Foto: Reprodução/Instagram

Ainda de acordo com uma nota divulgada pelo município, a Polícia Civil vai continuar investigando o caso “para encontrar o responsável pelo crime e a sindicância interna do Banco do Brasil para encontrar a falha e elucidar a verdade real dos fatos seguirão até que os criminosos sejam identificados e exemplarmente punidos”.

A reportagem também entrou em contato com a Polícia Civil de Crixás, por ligação feita às 17h25, para saber como está o andamento das investigações, mas foi informada de que o delegado está com Covid-19 e, por isso, não pode prestar nenhuma declaração no momento.

Denúncia

denúncia foi registrada por meio de um boletim de ocorrência no dia 26 de janeiro. No dia, o secretário de Finanças, Jovael Maciel da Luz, disse que recebeu uma ligação de um homem que se passou por gerente regional do banco onde a prefeitura tem conta.

A proposta desse falso gerente, conforme o secretário, era fazer uma atualização cadastral e alteração na chave de segurança que o secretário usava. Com essa chave, o criminoso teve acesso a conta da prefeitura e fez 12 transações via PIX.

No dia, o secretário disse que não duvidou de nada porque a pessoa usou informações privilegiadas que só o banco e a prefeitura tinham acesso. Depois, ele disse que o criminoso tinha uma conversa muito bem articulada, longe de qualquer suspeita.

Banco devolve R$ 6 milhões que sumiram da conta da Prefeitura de Crixás após golpe do PIX, Goiás — Foto: Reprodução/Instagram

Banco devolve R$ 6 milhões que sumiram da conta da Prefeitura de Crixás após golpe do PIX, Goiás — Foto: Reprodução/Instagram

Jovael Maciel recebeu a ligação durante a manhã e, logo no final da tarde, a verdadeira gerente do banco ligou dizendo que fizeram muitas transações duvidosas na conta da prefeitura porque o município não usa PIX como meio de pagamento.

O secretário disse que o dinheiro que estava na conta era do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e de arrecadações feitas pela prefeitura. O valor, que tinha sido desviado, é para pagar fornecedores.

Por Danielle Oliveira, g1 Goiás

Baixe o APP da Rádio 102.1

Agora você pode nos ouvir em qualquer lugar com acesso à internet. Disponibilizamos para você, além do áudio, informações de contato e acesso às nossas páginas na internet.